Publicado em: segunda-feira, 24/03/2014

Hackers miram declarações de Imposto de Renda para realizarem novos golpes

Hackers miram declarações de Imposto de Renda para realizarem novos golpesA Receita Federal alerta os contribuintes que hackers podem aproveitar a época de declaração do Imposto de Renda para aplicar golpes on-line. Grupos especializados em cometer crimes virtuais usam e-mails falsos para roubar informações fiscais, cadastrais e dados bancários das vítimas. Isso acontece quando o contribuinte clica em links falsos ou baixa arquivos infectados para o computador.

Em um dos e-mails, os golpistas enviam uma mensagem que diz à vítima que seu CPF está irregular por problemas no Imposto de Renda. No texto há um link que supostamente apresentaria um balanço dos números e divergências. Ao clicar e fornecer os dados, a pessoa pode ter dinheiro roubado do banco, além de outros prejuízos.

Segundo a Receita Federal, há também e-mails que incluem falsos programas para realizar a declaração. Digitar os dados nesses softwares maliciosos encaminha os dados diretamente para os fraudadores. O órgão alerta que o contribuinte não deve abrir qualquer e-mail que ofereça informações em nome da Receita, já que ela não realiza tais procedimentos, nem sequer autoriza isso a terceiros. Além disso, salienta que o único veículo de interação entre o fisco e a população é o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC).

Prazo e vantagens

A Declaração de Imposto de renda pode ser realizada até o dia 30 de abril, e o programa oficial de envio está disponível para download na própria página da Receita Federal. Quem possuir certificação digital terá acesso a declaração pré-preenchida via e-CAC.

Quem não deixar a entrega para a última hora e tiver direito à restituição irá recebe-la com nos primeiros lotes, caso não haja problemas. Contribuintes com mais de 60 anos também terão prioridade, de acordo com o Estatuto do Idoso, e pessoas com doença grave, deficiência física ou mental contam com o mesmo benefício.