Publicado em: quarta-feira, 20/11/2013

Guitarrista do Queen critica reality musical The Voice

Guitarrista do Queen critica reality musical The VoiceBrian May, o guitarrista da britânica banda Queen, revelou esta semana detestar o reality show musical The Voice, atualmente transmitido pela BBC do Reino Unido. Ele acompanha apenas a atração do país onde vive, mas o reality já conta com versões espalhadas em diversas partes do mundo. Ele comentou que não gosta de ser negativo, mas que o programa é entediante, burro e deprimente, sendo o pior da televisão atualmente, além de um insulto à música e aos artistas.

As informações foram postadas em seu site pessoal nesta semana. Enquanto no Brasil artistas como Carlinhos Brown, Lulu Santos, Claudia Leitte e Daniel como jurados, a versão britânica apresenta os cantores Willl.I.Am, Tom Jones e Jessie J. como júri dos calouros. As críticas do guitarrista se dirigiam especialmente aos jurados da atração britânica do reality show.

Com relação ao formato das audições cega, quando os cantores se apresentam com os jurados de costas, o guitarrista também criticou. Ele comentou que toda vez que acompanha algum cantor arrebentando suas capacidades vocais para tentar conquistar a atenção de algum jurado, que está sentado de costas, de forma rude, ele sente até nojo, lembrando que a performance de um artista engloba tudo o que um artista oferece. Não só a voz, mas também a linguagem corporal, o contato íntimo com o olhar e a expressão facial. Ele chamou de estúpida a ideia de que alguém pode julgar o cantor ao virar as costas para ele, sem manter nenhum contato.

O guitarrista ainda revelou ser fã de Tom Jones, lamentando sua participação no reality, finalizando desejar que o programa tenha uma morte natural muito em breve. Esta não é a primeira vez que um artista consagrado se manifesta contra a realização dos realitys musicais. Em março deste ano, numa entrevista à revista britânica NME, o líder do Foo Fighters Dave Grohl afirmou que os jurados dos programas são muito duros com os candidatos que não apresentam um talento musical muito alto.

Ele afirmou acreditar que as pessoas devem ser encorajadas a serem elas mesmas, que o que mais incomodava nos programas é o fato de que elas são julgadas muito duramente pelos jurados, que em muitos casos nem tocam nenhum instrumento em seus discos ou trabalhos.