Publicado em: segunda-feira, 26/11/2012

Guardiola se torna favorito da CBF para assumir seleção brasileira

Guardiola se torna favorito da CBF para assumir seleção brasileiraApós demonstrar de maneira oficial interesse em comandar a seleção brasileira de futebol após a demissão do técnico Mano Menezes, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também passou a considerar o técnico espanhol ex-Barcelona, Pep Guardiola, como a principal opção para comandar a seleção verde-amarela. Com isso, o espanhol encabeçaria uma lista de preferência que conta ainda com Tite, técnico do Corinthians, Abel Braga, técnico do Fluminense, e Vanderlei Luxemburgo, técnico do Grêmio.

Entretanto, José Maria Marin, presidente da CBF, não entrou em contato oficialmente com o treinador que está de férias nos Estados Unidos e nem com os seus empresários. A negociação com Pep Guardiola não será fácil, já que um contrato poderia esbarrar em questões burocráticas e principalmente salariais. Entretanto, uma aproximação é bastante possível já que o lateral-direito Daniel Alves, que foi treinado por Guardiola no Barcelona, comunicou a CBF de que o treinador realmente toparia comandar a seleção brasileira.

Recentemente procurado por jornais brasileiro, o empresário de Guardiola, Josep Maria Orobitg, afirmou que ainda não falaria nada a respeito do futuro do treinador. Caso Guardiola não chegue a um acordo com a seleção brasileira, Abel Braga e Tite estão tecnicamente empatados na preferência dos dirigentes. Entretanto, se o Corinthians conquistar o Mundial de Clubes da Fifa, poderá se tornar o favorito.

Já Vanderlei Luxemburgo corre totalmente por fora, mas ainda está sendo analisado. O técnico do Santos, Muricy Ramalho, nem sequer foi citado e Luís Felipe Scolari, que está sem clube, é o preferido do presidente da FPF Marco Polo del Nero.