Publicado em: quarta-feira, 12/05/2010

Grupo de Londrina é acusado de desviar R$ 300 milhões

Um operação deflagrada na manhã de terça-feira (11) resultou na prisão de um grupo acusado de desviar mais de R$ 300 milhões dos cofres públicos.

A ação foi realizada em conjunto entre Polícia Federal, Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal e Receita Federal. O esquema investigado pelas autoridades envolvia uma Faculdade de Londrina e uma Oscip (Organização de Sociedade Civil de Interesse Público).

O esquema de corrupção envolvia outras pessoas em diferentes estados, e desviava os recursos captados junto ao governo federal e que teriam como destino esta entidade voltada para jovens carentes.

A operação resultou na prisão de Dinocarme Aparecido Lima, dono da faculdade Inesul e coordenador e o diretor do centro Juan Carlos Monastiero. Ao todo, cumpridos mais de 50 mandados de busca e apreensão cidades do Paraná, São Paulo, Goiás, Pará e Amazonas.