Publicado em: sexta-feira, 17/02/2012

Greve no aeroporto de Frankfurt cancela 300 voos

Nesta sexta-feira (17), aproximadamente 300 voos no aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, foram cancelados. Vários passageiros perderam suas viagens e atrasaram compromissos devido ao contratempo. Este aeroporto é o terceiro maior do continente europeu, e os voos foram cancelados devido à volta da greve de um determinado grupo de funcionários.

A operadora que administra o aeroporto de Frankfurt, a Fraport AG, afirmou que mais de 280 viagens das quase 1.300 que estavam programadas não serão realizadas nesta sexta-feira. Na quinta-feira, 172 voos já tinham sido cancelados. A maioria das viagens canceladas era operada pela Deutsche Lufthansa, e isto atrapalhou os voos domésticos não só na Alemanha, mas também na Europa. Assim, os voos de longa-duração poderiam continuar normalmente.

Fraport recorre a grupos para preencher vagas de funcionários em greve
A operadora acredita que poderá fornecer até 50% dos voos nesta sexta-feira, pois pretende recorrer aos serviços de operações e grupos que não são sindicalizados para que os cargos dos funcionários que estão participando da greve sejam preenchidos.

Na quinta-feira, o sindicato GdF chamou para a grave, das 14h às 21h, 200 trabalhadores. Na sexta-feira, o sindicato convocou os grevistas das 7h às 21h, pois não tiveram suas reivindicações atendidas.

A Fraport afirmou que o acordo era alto demais para ser pago. Além das paralisações, o presidente da Alemanha, Christian Wulff deve renunciar seu cargo depois que foi acusado de “favorecimento político”. Angela Merkel, chanceler alemã que inficou Wulff ao cargo, adiou a viagem que faria até Roma, na Itália, para um encontro com o primeiro-ministro Mario Monti. Com o cancelamento de sua viagem, Angela Merkel irá fazer uma entrevista coletiva após as declarações de Wulff.