Publicado em: quarta-feira, 16/05/2012

Greve dos metroviários em Belo Horizonte entra no terceiro dia

Nesta quarta-feira (16), a greve dos metroviários de Belo Horizonte já entra em seu terceiro dia. A categoria está cumprindo somente a escala nos horários de pico, como determina o Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Os passageiros podem embarcar apenas até as 8h30, após esse horário os trens só voltam ao normal às 17h. Uma reunião de conciliação envolvendo os metroviários e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) está prevista para a próxima segunda-feira (21).

Em torno de 200 mil pessoas dependem do uso do metrô em Belo Horizonte. Enquanto houver a paralisação dos metroviários, os horários de funcionamento são das 5h20 às 8h30 e das 17h às 19h30, de segunda-feira a sexta-feira. Já nos sábados, será das 5h30 às 9h. Se a ordem do TRT for descumprida, a é de R$ 30 mil por dia.

Segundo o Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindmetro-MG), uma das reivindicações dos grevistas é reajuste salarial de 5,74%, além de plano de saúde integral, adicional noturno de 50% e participação nos lucros e resultados. A paralisação não tem previsão de encerramento.

Além de Belo Horizonte, em João Pessoa (PB), Maceió (AL), Natal (RN) e Recife (PE) os trabalhadores do metrô também entraram em greve por tempo indeterminado, de acordo com informações da Federação Nacional dos Metroviários (Fenametro).