Publicado em: segunda-feira, 24/09/2012

Greve dos Correios 2012 continua em todo o Brasil

Greve dos Correios: paralisação deve continuar pelo menos até outubroOs funcionários da Empresa de Correios e Telegráfos, a ECT, entraram em greve na última quarta-feira, 19 de setembro, em 19 estados brasileiros e no Distrito Federal. Agora, a paralisação já está fazendo com que os Correios suspendam em algumas regiões do país os serviços como o Sedex 10, o Sedex Hoje e o Disque-Coleta, que funcionam com hora marcada.

A previsão é de que a greve dure pelo menos até outubro, já que o dissídio só deve ser julgado no mês que vem. Por conta disso, a previsão é que a greve continue gerando atrasos nos serviços.

Segundo a nota divulgada pela empresa, no segundo dia de paralisação, 91% dos trabalhadores continuaram trabalhando normalmente. No total, segundo a ECT, a empresa tem 120 mil trabalhadores em todo o país e destes apenas 10.438 aderiram a greve.

O controle da presença dos funcionários é feita por meio do ponto eletrônico. Segundo os Correios, 76% da carga diária da empresa está com as suas entregas sendo feitas dentro do prazo correto, o que equivale a 27 milhões de encomendas e cartas que estão chegando aos seus destinos sem atraso. O resto, segundo a empresa, pode ter atraso de até um dia.

Ainda de acordo com as informações da nota dos Correios, para garantir que as encomendas sejam entregues no prazo, a empresa está adotando uma série de medidas, como mutirões no final de semana, realização de horas extras, a contratação de novos funcionários temporários e a realocação de outros que trabalham, por exemplo, na área administrativa.

As reivindicações feitas pelos grevistas são aumento de 43.7%, que corresponderia a inflação acumulada desde 1994, quando o plano Real foi implantado, além do aumento linear de R$ 200, vale-alimentação de R$ 35 e a contratação de novos 30 mil funcionários.