Publicado em: sábado, 15/10/2011

Greve dos bancos – É selado acordo para fim da greve

A Federação Nacional de Bancos (Fenaban) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) finalmente chegaram a um acordo. A discussão ocorreu na noite de sexta-feira (14) para encerrar a greve dos bancários, que ocorre há 18 dias.

A Fenaban apresentou uma proposta de reajuste de 9%, já a partir de 1º de setembro de 2011. O comanda da greve recomendou às assembléias que serão realizadas pelo país a aprovação da proposta. Segunda a Fenaban, categoria receberá aumento real pelo oitavo ano consecutivo.

Além do aumento de salário para todas as funções, os benefícios como auxílio refeição, cesta alimentação, décima terceira cesta e auxilia creche mensal para filho de até 6 anos, também receberam reajuste pela proposta. A Contraf afirmou que os dias de paralisação não serão descontados e compensados até o dia 15 de dezembro.

Carlos Cordeiro, presidente da Contraf – CUT e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, afirmou que “a proposta traz avanços importantes e é uma conquista da greve nacional de categoria, a mais forte em duas décadas, que mobilizou trabalhadores de bancos públicos e privados por 17 dias, chegando a paralisar 9.254 agências em todo o país e forçou os bancos a mudares de posição”.