Publicado em: terça-feira, 04/10/2011

Greve dos bancários continua sem negociação com frente nacional

A greve dos bancários entrou nesta terça-feira (04) no quarto dia consecutivo de paralisação nacional das atividades. A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) ainda não convidou o comando nacional para nova reunião a fim de negociar a volta ao trabalho, mas os grevistas afirmam que estão dispostos a participarem do próximo encontro. Na noite desta segunda-feira (03) foi realizada nova assembleia, a qual definiu manter a greve. A próxima assembleia está marcada para a quarta-feira (05).

De acordo com os dados dos grevistas, o Brasil conta com 7.950 agências bancárias fechadas. Entre os principais motivos para a paralisação está a reivindicação pelo reajuste salarial de 12,8%, o aumento do piso para R$2,297,00, conforme determinação do Dieese, o fim das metas absurdas e do assedio moral, a implantação de um sistema de segurança nas agências, a discussão do Sistema Financeiro e a contratação de mais pessoal.

Quem precisa está com dívidas para pagar deve procurar alguma outra alternativa. Uma opção é buscar outra maneira de fazer o pagamento ao entrar em contato com o credor, lembrando que é preciso guardar o número do protocolo de atendimento. Outra possibilidade é recorrer às casas lotéricas, que normalmente já recebem faturas de pagamentos.

O Código do Consumidor garante que os clientes não sejam prejudicados com a cobrança de multas em época de greve, caso não tenha sido oferecida uma alternativa para fazer os pagamentos. Se o consumidor for prejudicado de alguma maneira ele poderá fazer uma reclamação no Órgão de Defesa do Consumidor ou ir ao Juizado especial.