Publicado em: terça-feira, 13/03/2012

Greve de ônibus em BH entra no segundo dia

A paralisação dos rodoviários de Belo Horizonte chegou ao segundo dia nesta terça-feira (13). Com a greve, cerca de 1,6 milhão de passageiros acabam sendo afetados. De acordo com a Polícia Militar, militares estão nas ruas e avenidas mais importantes da cidade e diante das garagens para garantir que usuários, cobradores e motoristas tenham segurança.

Próximo das 4h da manhã da madrugada desta terça-feira, um homem atirou uma pedra no pára-brisa de um dos coletivos de dentro de um carro, no bairro Alto dos Pinheiros, noroeste de Belo Horizonte. A PM tentou rastrear o veículo, mas não encontrou o suspeito. Segundo a PM, homens paravam os ônibus e obrigavam os passageiros a descer. O incidente aconteceu na Avenida Brasília, em Santa Luzia, região da Grande BH, mas já foi controlado.

A greve dos rodoviários atrapalhou o trânsito no fim da tarde de segunda-feira. Devido ao menor número de ônibus disponíveis, os trabalhadores decidiram usar seus carros para se locomover em BH e na Região Metropolitana, o que levou ao aumento na retenção das ruas. Segundo a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o número de ônibus que circulou nesta terça-feira foi maior do que ontem, mas ainda assim não foi suficiente.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH), aproximadamente 60% dos veículos destinados ao transporte público chegaram a circular no início da noite de ontem, embora a informação divulgada na manhã de segunda-feira era de que apenas 30% dos ônibus iriam trabalhar normalmente.