Publicado em: sexta-feira, 10/02/2012

Greve da PM na Bahia: justiça decreta prisão de bombeiro do Rio de Janeiro

A justiça militar decretou na noite de quinta-feira (9) a prisão preventiva do Cabo do Corpo de Bombeiros, Benevenuto Daciolo. O pedido foi feito pela corregedoria da corporação e teve parecer favorável do ministério público. O cabo já estava preso administrativamente após ter sido flagrado em conversas telefônicas falando sobre greves em outros estados do país.

A prisão ocorreu no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Rio de Janeiro) no desembarque de Daciolo, que estava em Salvador participando das negociações sobre a greve na Bahia. Segundo o comando do corpo de bombeiros, Daciolo é acusado de crime de incitamento e aliciamento a motim.

Daciolo é um dos líderes do movimento dos bombeiros no Rio, e exige melhorias salariais. O Tribunal de Justiça afirmou que a prisão preventiva decretada não tem um prazo específico e pode durar o tempo que for necessário para a fase de levantamento de provas.

Os Bombeiros, a Polícia Militar, a Polícia Civil e os agentes penitenciários do Rio de Janeiro entraram em greve oficialmente na quinta-feira (9) à noite. Mais de 2 mil manifestantes se concentraram na Cinelândia, centro da capital, para manifestação.