Publicado em: quinta-feira, 02/06/2011

Greve da CPTM: Ferroviários têm paralisação total

No segundo dia de paralisação, os ferroviários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) conseguiram ter 100% de adesão à greve.

A paralisação total dos funcionários dos trens de São Paulo fez com que mais de dois milhões de passageiros fossem afetados na manhã de quinta-feira (2). De acordo com a CPTM, um total de 2,4 milhões de pessoas ficaram sem transporte.

Ainda segundo a companhia, as seis linhas que ligam 89 estações em 22 cidades na Grande São Paulo estão completamente paradas, e não foram colocados ônibus, vans ou qualquer outro tipo de transporte para suprir a ausência dos trens.

Os sindicato dos funcionários da CPTM pedem reajuste salarial de 5%, enquanto que o governo oferece no máximo 3,7%. Uma reunião entre trabalhadores e representantes patronais deve ocorrer para que se chegue a um consenso.