Publicado em: quinta-feira, 15/03/2012

Gravadora afirma que bens de Michel Teló não foram bloqueados

A notícia de que os bens do cantor Michel Teló foram bloqueados, divulgada nesta quarta-feira, dia 14, causou grande repercussão. Isso aconteceu porque ainda está na justiça a luta pelos direitos autorais da música. Michel teria sido afetado pela decisão judicial, mesmo não sendo o autor do hit “Ai Se Eu Te Pego”.

Depois que a notícia foi veiculada, a gravadora Som Livre, divulgadora do cantor a anunciou nota onde afirma que Michel Teló não teve seus bens bloqueados pela justiça. Segundo o texto, mesmo que a autoria de música mude de dono, isso não interfere no trabalho de Teló, pois ele nunca teve lucros com os direitos da música, sendo apenas seu intérprete.

A Som Livre esclarece ainda, que não recebeu nenhuma notificação judicial relacionada ao processo. No início da semana o Tribunal de Justiça da Paraíba concedeu liminar que favorece as três estudantes que alegam serem coautoras da canção. Contrariando as afirmações da cantora Sharon Acioly e do compositor Antônio Diggs que atualmente são os detentores dos diretos.

Apesar de não responderem pelos direitos da música, a empresa Teló Produções Ltda, a Apple Computer do Brasil Ltda, a Gravadora Som Livre Ltda e o cantor Michel Teló devem apresentar um balanço com a arrecadação do hit. Ainda o Ecad deve ser notificado a respeito.