Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

Governo pretende aumentar velocidade da internet popular no Brasil

O governo tem a intenção de ampliar a velocidade da internet popular no país. Segundo Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, o governo está estudando diversas maneiras para conseguir aumentar a velocidade do tráfego informações via internet. Segundo ele a proposta é que os usuários da internet popular possuam os mesmos benefícios que outros usuários. Esse é um dos objetivos que está vinculado ao Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). O ministro disse que as ações atuais do ministério é melhorar a velocidade da internet, assim como oferecer esse recurso àqueles que acessam a rede por meio do programa de internet popular. Segundo ele o objetivo é melhorar além da velocidade, os preços e a qualidade dos serviços. Essas informações foram anunciadas pelo ministro ontem, durante sua participação no Congresso Brasileiro de Radiodifusão.

Ministro fala da retirada de impostos de smartphones

Bernardo ressaltou que esses investimentos já vêm contando com o apoio do governo federal, pois já foram retirados os impostos do processo de construção de redes de telecomunicações. Além disso, a ideia agora é que também não haja impostos em smartphones, já que esses celulares possuem também a função de computador. Isso vai ampliar, segundo o ministro, a quantidade de pessoas conectadas. A internet popular, estimulada pelo PNBL, oferece conexão com velocidade de 1 megabit por segundo (Mbps). No entanto, como há dificuldade para fazer dowloads, pode ser que nos próximos anos as pessoas desistam de participar do programa e optam por um pacote de preço mais elevado. Atualmente o valor do pacote é de R$ 35. Bernardo disse que a dificuldade de dowloads aumentou conforme cresceu o número de pessoas que pediram associação ao plano. Portanto, é necessário que o governo invista em uma maior velocidade para a internet.