Publicado em: sexta-feira, 01/06/2012

Governo federal tem data marcada para tirar 2 milhões de famílias da miséria

De acordo com os dados divulgados ontem pelo governo federal, o país está próximo de cumprir a meta de retirar 4 milhões de famílias da extrema pobreza. Segundo as informações, metade da meta será alcançada no dia 18 de junho, quando 2 milhões de famílias começam a receber um novo Benefício, que faz parte do Programa Brasil Carinhoso, de Superação da Extrema Pobreza. Por meio do programa, as famílias que estão em extrema pobreza vão receber pelo menos R$ 70 por pessoa. É preciso ter crianças de até seis anos de idade para fazer parte do programa.

Governo pretende retirar quatro milhões de famílias da miséria até 2014

O valor de R$ 70 é o limite mínimo para cada membro da família utilizado como meta do governo para fixar o Programa Brasil sem Miséria. Este programa foi criado pelo governo há um ano e tem caracterizado a política social do mandato de Dilma Rousseff. De acordo com os dados do Censo Populacional 2010, o IBGE estima que há pelo menos 16 milhões de pessoas, cerca de 4 milhões de famílias, em estado de extrema miséria. Segundo Tereza Campello, ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o balanço do programa social do governo Dilma é excelente, pois todas as metas estão sendo cumpridas dentro do prazo estimado. Agora restam, segundo ela, mais 2 milhões de famílias que ainda não recebem o benefício pelo Programa do Brasil Carinhoso e que estão vivendo em estado de miséria. No entanto, segundo a ministra, essa situação será resolvida até 2014, quando é o prazo para que o governo atenda as 4 milhões de famílias. Além disso, também a projetos para inserção no mercado, melhorar o emprego e o negócio. Segundo a ministra é preciso colocar as pessoas no mercado para resolver os problemas da pobreza no país.