Publicado em: terça-feira, 19/03/2013

Governo faz anúncio de programa que visa qualificar empreendedores de empresas inovadoras

Governo faz anúncio de programa que visa qualificar empreendedores de empresas inovadorasO Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior junto com a Endeavor, que é uma organização que faz a promoção do empreendedorismo com alto impacto, fizeram anuncio durante esta segunda-feira (18) de um programa que visa capacitar startups, empreendedores que estão iniciando e pequenas empresas que inovem e tenham faturamento ao ano de até R$ 3,6 milhões.

O InovAtiva Brasil, que é realizado entre uma parceria junto à consultoria McKinsey & Company, oferecerá conteúdos na web, workshops e irá fazer coaching a para criação de inovações.

Este anúncio aconteceu durante a tarde desta segunda-feira (18) na abertura do Global Entrepreneurship Congress, que é um congresso global para empreendedorismo que irá desta segunda até a quinta-feira (21) no Rio de Janeiro.

O secretário de Inovação Nelson Fujimoto do ministério disse que as empresas que estão iniciando necessitam de um apoio de maneira diferenciada. Ele afirma que esses empreendedores necessitar ter uma capacitação especializada e com fácil acesso, networking de alto nível e, também acessar instrumentos para apoio à inovação que o governo oferece. O processo para seleção ao programa vai ocorrer entre os dias 15 de maio até 5 de julho. As pessoas que tiverem interessadas vão poder acessar o site.

Os cadastrados vão receber retorno de especialistas de maneiras para melhorar suas ideias para negócios e vão poder participar de cursos práticos na web. Vão ser abordados métodos para que seja criados modelos de negócios que tenham potencial de inovação elevado e formas para se preparar para que o modelo seja apresentado aos investidores. Na fase seguinte, os autores que tiverem os 50 melhores projetos irão passar pelo processo de coaching.

No mês de novembro, acontece a terceira parte deste programa. Os 20 empreendedores que tiverem os projetos com maiores inovações irão receber acompanhamentos individualizados. Eles vão apresentar seus negócios para uma banca de pessoas especialistas, que vai contar com potenciais investidores.

Conforme Juliano Seabra, presidente da Endeavor no país, as empresas com alto crescimento no Brasil chegam a representar 1,5 do volume total das empresas, e elas são responsáveis por uma quantidade maior que 50% dos novos postos para trabalho. Uma pesquisa que foi realizada pela Endeavour aponta que três entre quatro brasileiros querem abrir um negócio.