Publicado em: segunda-feira, 17/03/2014

Governo de Minas inaugura primeiro aeroporto industrial do Brasil

Governo de Minas inaugura primeiro aeroporto industrial do BrasilO chefe do Executivo do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia, inaugurou na última sexta-feira (14/03), no município de Lagoa Santa (Região Metropolitana de Belo Horizonte) o primeiro aeroporto industrial do Brasil. Por meio dele empresas instaladas no local poderão trabalhar em uma zona de suspensão tributária, beneficiados pelo regime de entreposto aduaneiro especial.

Foram investidos R$ 17 milhões na obra, oriundos da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), para a construção e aprimoramento de infraestrutura do espaço. Além disso, durante a solenidade foi assinado um termo entre o Governo de MG e 17 instituições privadas para fomentar o desenvolvimento e a consolidação da Cadeia Produtiva de Bioquerosene para a Aviação em Minas.

O novo aeroporto fica no sítio do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, e surgiu em uma parceria entre o Governo de MG, Receita Federal e Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Com a nova obra inaugurada, o Vetor Norte se tornará mais atrativo para empreendimentos de alto valor agregado e tecnológico. Além disso, as exportações ganharão maior credibilidade junto ao mercado exterior.

Em agosto serão anunciadas as primeiras empresas que se instalarão no espaço do aeroporto. Serão escolhidos empreendimentos que utilizam alta tecnologia, e lhes será oferecida uma condição tributária diferenciada, com carga reduzida tanto em tributos estaduais, federais e municipais.

Projeto antigo

O novo Aeroporto Industrial já havia entrado em operação entre agosto de 2006 e dezembro de 2007, em caráter experimental, sob responsabilidade da empresa Clamper. Agora homologado pela Receita Federal, o espaço possui aproximadamente 8 mil metros quadrados de área construída, com 4.456 mil metros quadrados do entreposto e 3.619 metros quadrados de área de manobra. Todo o investimento na obra foi feito pelo Governo de Minas. Ao todo, serão 46.000 mil metros quadrados.