Publicado em: sábado, 31/03/2012

Google pretende vender tablets através de loja virtual própria

O Google deve realizar o lançamento de uma loja virtual exclusiva, muito em breve, para a venda dos aparelhos tablets com sistema Android, segundo informações publicadas no jornal The Wall Street Journal.

A empresa deve vender na loja tablets com a marca Google, diretamente aos consumidores, sem intermediários. Uma tentativa como essa fracassou no passado, quando a marca tentou manter o mesmo esquema para a venda de smartphones Nexus One, produzidos num acordo de parceria com a HTC.

Segundo as informações divulgadas pelo jornal, a loja é apenas mais uma estratégia do Google de conseguir uma maior participação no mercado sobre seus concorrentes, como a Apple, com o iPad e a Amazon, com o Kindle Fire. As fontes indicam que a empresa pretende vender produtos de diferentes empresas, como a Samsung e a Asus, responsáveis pelo hardware dos produtos.

Início do trabalho

O primeiro tablete a ser vendido na loja será produzido pela Asus, informações que já circulam há algum tempo. Não se tem previsão de quando o Google irá anunciar a loja oficialmente, mas é provável que isto ocorra depois da chegada do Android Jelly Bean, programado para a metade de 2012.

Com a loja virtual, a empresa espera aumentar as vendas dos aparelhos com Android, que tem bem fracas com relação aos números do iPad. Com a venda de mais aparelhos usando seu sistema, o Google conseguirá aumentar a receita com anúncios. Mesmo que a receita com os dispositivos móveis representem ainda pouco em relação aos anúncios em PCs, a empresa estima que US$ 2,5 bilhões sejam fruto dessa publicidade móvel.

Para conseguir vender os tablets, que vem com altos valores por causa do subsídio de operadoras, o Google pretende subsidiar ele mesmo alguns modelos, através da loja virtual. O jornal ainda argumenta que mesmo com a loja virtual, as lojas tradicionais continuaram com um importante meio de vendas para o Google.