Publicado em: quarta-feira, 27/07/2011

Google enfrenta problemas com exclusão de perfis de usuários do Google Plus

Empresa responsável pela administração e criação da ferramenta social Google Plus, a Google deixou seus usuários aborrecidos nesse final de semana. De acordo com os termos de uso da empresa, o internauta deve criar seu perfil com base em dados reais sobre a sua identidade, política adotada para evitar spams e perfis falsos. Porém, alguns usuários que usam pseudônimos também foram incluídos na lista dos indesejados e tiveram suas contas apagadas.

Além daqueles que usam pseudônimos, alguns usuários do Google Plus defendem que foram deletados por terem nomes diferentes ou o uso de caracteres que pertecem a uma língua estrangeira. De acordo com esses, os perfis estariam publicados com seus nomes verdadeiros e, ainda assim, foram prejudicados pela varredura realizada pela empresa desde o lançamento da ferramenta social. De qualquer maneira, há quem confirme que realmente faz uso de um pseudônimo por não querer mostrar sua verdadeira identidade na internet, mas esses perfis não demonstravam ameaça a ninguém.

Em resposta via e-mail ao site IDG Now, o porta-voz da Google explica “ao fornecer seu nome verdadeiro, você estará auxiliando as pessoas que conhece – amigos, membros da família, colegas de classe e de trabalho e outros conhecidos – a encontrarem e criarem conexões online com a pessoa correta.”

O Google Plus foi lançado no final do mês de junho e conta com 20 milhões de membros. Por enquanto, é necessário receber um convite para fazer parte da rede social, mas isso deve mudar no dia 31 de julho. A partir dessa data, qualquer um poderá criar seu perfil no Google Plus.