Publicado em: sexta-feira, 05/08/2011

Google e Microsoft trocam ofensas por questão da compra de patentes da Novell

As maiores empresas na produção de tecnologias entraram em mais um confronto pela venda dos seus produtos. A Google, responsável pelo sistema operacional Android para smartphones, publicou no blog oficial da empresa um texto dizendo que a Microsoft, Apple, Oracle, entre outras menores, haviam se juntado para criar um complô que dificultaria o uso do seu produtos nos celulares inteligentes. Em contrapartida, a Microsoft respondeu via Twitter dizendo que a Google foi convidada a participar da negociação de patentes da Novell.

Em mensagem publicada no microblog do conselheiro geral da Microsoft, Brad Smith, “o Google disse que compramos patentes da Novell para tirá-las do Google. É mesmo? Convidamos eles para se juntar a nós. Eles disseram não.” Além disso, Smith publicou a reprodução de um email enviado pelo conselheiro geral do Google, Kent Walke, no qual recusa o convite para adquirir as patentes da Novell.

O problema com relação à compra em massa das patentes é pelo custo que as fornecedoras dos smartphones teriam para instalar o Android nos aparelhos. A própria Google teria que pagar uma taxa de U$15 para cada Android, sendo que esse custo seria revertido no aumento do preço dos fabricantes. Com isso, a preferência seria pelo Windos Phone 7, da Microsoft.

Na publicação no blog do Google, o diretor jurídico do Google, David Drummond, fala que com a sua experiência de 20 anos no ramo foi fácil perceber que algo deveria estar errado com a parceria entre a Microsoft e a Apple. De acordo com ele, depois de tanto tempo se provocando, a união das duas tinha que ser motivada por algum motivo suspeito.