Publicado em: segunda-feira, 22/08/2011

Google Brasil condenada a pagar indenização de R$10 mil a adolescente hackeado no Orkut

A empresa Google Brasil foi condenada pela 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais a pagar uma indenização no valor de R$ 10 mil a um adolescente que teve a sua conta pessoal de acesso à rede social Orkut invadida por hackers. Com a invasão, o adolescente foi prejudicado ao ter informações falsas a seu respeito sendo veiculadas na internet. A partir disso, a causa defende que a imagem do adolescente foi prejudicada.

O caso vinha se desenvolvendo desde abril de 2008, quando o adolescente tentou acessar o seu perfil, mas não conseguiu entrar na conta. Depois de ouvir comentários de amigos e conhecidos, o adolescente teve conhecimento que mensagens negativas a seu respeito estavam sendo veiculadas na internet. O garoto contou que “eram coisas totalmente contrárias à minha índole, relacionadas ao assassinato da Isabella Nardoni.” Algumas das mensagens atribuídas a ele pelos hackers declaram que a garota deveria ter “apanhado mais”.

Na medida em que tais comentários foram se espalhando pela internet, o adolescente e a sua família passaram a sofrer repressões por conhecidos, inclusive ameaças de agressões físicas contra o garoto. O adolescente e a sua família pediram que a Google removesse o conteúdo
publicado, mas eles alegam que a Google foi negligente e não obtiveram resposta da empresa.

Ao mesmo tempo, a Google argumenta que o próprio usuário poderia ter usado as ferramentas disponibilizadas para denunciar abusos e perfis falsos na rede social. Além disso, a empresa defende que os documentos apresentados não comprovam que eles entraram em contato para pedir que o conteúdo fosse removido. A Google também sustenta que é impossível monitorar tudo o que acontece na rede social.