Publicado em: sexta-feira, 24/05/2013

Goleiro do Joinville revela que Neymar falou que não dá mais para ficar no País

Goleiro do Joinville revela que Neymar falou que não dá mais para ficar no PaísA partida na Vila Belmiro entre Santos e Joinville ficou no empate sem gols, na noite desta quarta-feira (22), na Copa do Brasil que classificou o time da baixada santista após a vitória por 1 x 0 na primeira partida em Santa Catarina. Após o jogo, Neymar está indo para o vestiário do clube alvinegro, e é abordado pelo goleiro Ivan do time de Santa Catarina com quem fica algum tempo conversando, o craque então vai embora e deixa a camisa para o goleiro, quando deixa o gramado, deixa as perguntas relacionadas ao futuro de lado, então o goleiro do JEC conta o que o camisa 11 falou com ele.

Ivan falou que disse ser muito fã do jogador e pediu que ele ficasse no país, porém o atacante disse que não dá mais para ficar no país. Para Ivan isso é complicado, mas por um lado para os brasileiros vai ser uma alegria vendo o atuar no futebol da Europa europeu, pois segundo Ivan Neymar é o melhor jogador do país e um dos melhores no mundo, porém lá ele irá evoluir tanto taticamente quanto tecnicamente, para que possa ajudar a Seleção.

Esta declaração surge após o Comitê de Gestão santista recusar a oferta de 20 milhões de euros (R$ 52,5 milhões) proposta pelo Barcelona, durante reunião que foi realizada na quarta-feira (22), na casa do presidente Luis Alvaro Ribeiro do Santos. Os catalães barganham para que consigam pagar a menor quantidade que puderem, pois o contrato com o jogador irá até o mês de julho do ano que vem. Isto é, em seis meses Neymar já pode assinar um pré-acordo e deixar o clube praiano de graça.

A multa rescisória para o atacante da seleção brasileira chega a 65 milhões de euros (R$ 170,4 milhões), porém o clube quer 50 milhões de euros (R$ 131 milhões) para que realize a venda. O Peixe tem direito a 55% dos direitos e a DIS conta com 40% já a Terceira Estrela Investimentos S/A tem os outros 5%.