Publicado em: terça-feira, 04/02/2014

Goleiro da Ponte Preta não descarta paralisação em rodada do Paulistão

Ponte Preta não descarta paralisação em rodada do PaulistãoUm dos destaques da vitória da Ponte Preta sobre o Corinthians por 2 a 1, no último domingo (2), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o goleiro Roberto disse em entrevista coletiva, na última segunda-feira (3), que o movimento organizado pelos jogadores profissionais de futebol, o Bom Senso FC, planeja paralisar o Campeonato Paulista nas próximas rodadas.

Um dos líderes do Bom Senso FC, Roberto apoia o elenco do Corinthians, após a invasão de torcedores ao Centro de Treinamento Joaquim Grava, no último sábado (1º de fevereiro). Após o incidente, os atletas e a comissão técnica do Alvinegro do Parque São Jorge admitiram que chegaram a pensar em não entrar em campo no último domingo, em Campinas. Agora, os atletas planejam parar o Paulistão, mas sem riscos de punição.

Roberto disse que este é o momento ideal para os atletas se unirem em busca de mudanças na organização do futebol brasileiro. O goleiro afirmou que está, ao lado de outros líderes do Bom Senso Futebol Clube, estudando uma maneira legal de paralisar o Campeonato Paulista. O jogador ainda disse que não se preocupa com as consequências negativas de uma atitude como essa, e garante que é a hora de partir para um confronto pacífico.

De acordo com Roberto, o Paulistão não teria a realização da rodada deste meio de semana, a sexta do campeonato, ou no próximo fim de semana, na sétima rodada. A ideia é não deixar nenhum clube desamparado, e assim, se houvesse uma punição pela não participação de determinada equipe, todos os 20 clubes da Série A1 seriam excluídos.

Goleiro ponte-pretano confessa que rodada anterior poderia ter sido paralisada

Em relação ao episódio ocorrido no CT do Corinthians, no último fim de semana, Roberto admitiu que também estava sem vontade alguma de entrar em campo no domingo, para encarar os atletas corintianos. O camisa 1 da Ponte Preta disse que houve uma tentativa de cancelamento do jogo, mas sem sucesso. Então, foi decidido que o melhor era jogar, sobretudo, para não prejudicar os ‘torcedores do bem’.