Publicado em: terça-feira, 05/08/2014

Gilberto Carvalho diz que oposição faz terrorismo para ganhar apoio

Gilberto Carvalho diz que oposição faz terrorismo para ganhar apoioNessa segunda-feira (4), o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, destaca que o partido da oposição não possui nenhuma proposta concreta para o país e faz uma forma de “terrorismo” para que possa ganhar o apoio da população. Segundo o ministro, o governo está realizando uma disputa como “uma Copa por dia” ao anunciar tragédias que não se realizarão.

Além disso, o ministro cedeu uma entrevista à imprensa, após ter dado uma palestra na Universidade de Brasília com o assunto voltado à relação entre sociedade e o Estado. Ele diz que para quem viveu no Brasil alguns meses antes do mundial, sabe o terrorismo que aconteceu e as previsões de que iria acontecer o pior. Completa afirmando que aqui no Brasil, o povo disputa uma Copa por dia, porque todo dia se recebe ameaças sobre tragédias que podem vir a acontecer, mas felizmente não se realizam.

O ministro ainda ressalta que, como a oposição não tem o que oferecer a população, a única saída para eles é tentar pregar o terrorismo, levar as pessoas a crerem no pior, para que possam se comover e os deem apoio. Depois de fazer severas críticas aos oposicionistas, o ministro aproveitou a oportunidade e remeteu a construção que foi feita de um aeroporto na cidade de Cáudio (MG), terra onde o tio-avô do presidenciável Aécio Neves do PSDB, já foi dono.

Denúncia “Veja”

De acordo com Carvalho, a oposição está interessada em fazer aeroportos particulares e até mesmo suspeitos. Quando questionado à ele sobre a denúncia da revista “Veja” que saiu essa semana, informando que o ex-presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli e o ex-diretor que atua na área internacional Nestor Cerveró obtiveram o acesso a questões que iriam ser feitas pelos senadores antes de seus depoimentos na CPI da Petrobrás, o ministro não quis falar sobre este assunto.