Publicado em: terça-feira, 25/08/2009

Gil Rugai volta para a prisão

Foi preso novamente na manhã desta terça-feira (25) o ex-seminarista Gil Rugai, acusado de matar seu pai, Luiz Rugai, 40, e a madrasta, Alessandra, 33, na casa onde moravam, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo.

Rugai foi preso por volta das 6h da manhã, na casa de parentes no bairro Sumaré, também na zona oeste de São Paulo. Ele voltou para a prisão porque a 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça revogou o habeas corpus que garantia a liberdade de Rugai na última sexta-feira (21).

O ex-seminarista havia sido solto por decisão do Supremo Tribunal Federal em abril de 2006. Porém, ele voltou a ser preso em setembro de 2008, por ter se mudado de cidade sem informar à Justiça.
Rugai responde a processo por homicídio pelo crime ocorrido em 28 de março de 2004. Ele teria brigado com o pai por causa de uma empresa mantida em segredo e um desfalque de R$ 100 mil na Referência Filmes, empresa de Luiz Rugai. O ex-seminarista deve ir a júri popular em um julgamento que ainda não teve sua data marcada.