Publicado em: quarta-feira, 06/07/2011

Geada reduz safra de milho do Paraná

As geadas dos dias 27 e 28 de junho no Paraná já quebraram a produção de milho e trigo do estado, que é o maior produtor brasileiro desses cereais. O resultado será a redução da produção total do país na temporada 2010/11. Essa segunda safra do milho foi reduzida pelo governo do Estado em 23% em relação à expectativa inicial. Agora, é espera a produção de 5,3 milhões de toneladas.

O Paraná esperava colher uma segunda safra recorde do grão nesta temporada, já que a área plantada foi ampliada em 27%, equivalente a 1,7 milhão de hectares. Na temporada anterior, a produção da safrinha de milho foi de 6,8 milhões de toneladas. Com as interferência climáticas do inverno de 2011, a diminuição representa 22%.

Os índices foram feitos por um levantamento de perdas realizado pela Secretaria de Agricultura. Os dados devem ser divulgados oficialmente nesta semana. Para especialistas, as perdas registradas devem ter impacto na safra nacional, já que algumas áreas do Mato Grosso do Sul e de São Paulo também foram atingidas pela geada forte. A tendência é que um mercado mais ajudado e preços com alta em função das perdas no campo.

Para o trigo, o tala de lavouras sujeitas a perdas por conta a geada era menor. A safra do trigo no Paraná colhe anualmente cerca de metade da produção do cereal do país. Com a safra menor, deve ocorrer a diminuição de 9% em relação a previsão inicial, representando a colheita de 2,6 milhões de toneladas. O estado paraense deve perder cerca de 18% de sua produção. Como o Brasil é um importador líquido do grão, deve ocorrer um eventual aumento de importações nos próximos meses.