Publicado em: quinta-feira, 29/03/2012

Gaviões da Fiel divulga nota e nega participação em mortes

A torcida organizada Gaviões da Fiel, do Corinthians, divulgou na tarde de quarta-feira (28) uma nota oficial, onde nega a participação nas mortes dos torcedores André Lezo e Guilherme Vinícius Oliveira Jovanelli, ocorridas no último domingo (26), em uma briga entre torcedores do Palmeiras e Corinthians.

No comunicado, a organizada corintiana afirma que condena a violência, e atribui os fatos ocorridos na rua Inajar de Souza, antes do clássico, a uma ‘minoria’. A torcida ainda afirma que constantemente tem feito denúncias com o intuito de colaborar com a inibição dos confrontos entre torcedores.

Antes, a Gaviões da Fiel, por meio de seu advogado, já havia adiantado que não tinha nenhuma relação com as mortes dos dois torcedores palmeirenses, e que iria expulsar os membros envolvidos na briga. A organizada do Palmeiras, Mancha Alviverde, por sua vez, diz ter sido vítima de uma emboscada articulada pelos corintianos.

O confronto entre membros da Gaviões e da Mancha ocorreu pela manhã de domingo, envolvendo cerca de 500 pessoas. Na terça-feira a Polícia prendeu cinco pessoas suspeitas de participarem da briga. A Federação Paulista de Futebol proibiu as duas facções de entrar nos estádios de São Paulo.