Publicado em: quarta-feira, 07/03/2012

Gabriel García Márquez completa 85 anos e recebe homenagens

O ganhador do Nobel da Literatura, o colombiano Gabriel García Márquez, completou ontem, terça-feira (6), 85 anos de vida, sendo homenageado por figuras da literatura, música e política.

No Twitter, o presidente mexicano Felipe Calderón parabenizou o escritor pela data e agradeceu o carinho pelo país, onde vive há muito tempo. “Gabriel García Márquez é um dos escritores mais queridos pelos mexicanos, nos honra sua relação com este país. Feliz aniversário, Gabo!”, escreveu no microblog.

Por telefone, o irmão de Gabriel García Márquez, Jaime, prestou sua homenagem diretamente da Colômbia. “Estamos contentíssimos. Hoje vamos festejar até a bebedeira”, declarou ontem, minimizando o fato de a saúde do escritor tê-lo feito a aparecer cada vez menos em público.

A última aparição do escritor aconteceu há um ano, na inauguração do Museu Soumaya, do magnata mexicano Carlos Slim. “Gabriel está bem e, felizmente, vamos tê-lo por muito tempo”.

Há muitos anos, o escritor se mudou da Colômbia para a Cidade do México, onde permaneceu também no dia de seu aniversário, segundo sua assistente Mônica Alonso. “Ele passou muito bem o dia. Esteve tranquilo em sua casa, apesar de não ter ocorrido nenhum evento especial. Não recebeu visitas, mas, sim, muitas ligações”, declarou. García Márquez foi o primeiro colombiano a receber o Prêmio Nobel de Literatura por sua obra, no ano de 1982.

Biografia

Gabriel García Márquez, conhecido também como Gabito, nasceu no dia 6 de março de 1928, em Aracataca, Colômbia. Além de escritor, o colombiano também é jornalista, editor, ativista e político.

O Nobel da Literatura que veio em 1982 foi dado pelo conjunto de sua obra, que inclui entre famosos livros, o aclamado ‘Cem anos de solidão’. Foi também o responsável por criar o realismo mágico dentro da literatura latino-americana. No ano de 2009, Gabito declarou sua aposentadoria, afirmando que não iria mais escrever livros.