Publicado em: terça-feira, 29/05/2012

Fusão entre Azul e Trip foi anunciada ontem e cria a 3ª maior companhia aérea brasileira

Como já era esperado, as empresas brasileiras Azul e Trip anunciaram ontem a fusão entre as operações. A negociação gerou a terceira maior empresa aérea do país, com uma parcela de 15% do mercado. O acordo entre as empresas foi divulgado ontem por meio de uma entrevista coletiva dada pelo presidente da Azul David Neeleman. O presidente-executivo da companhia, José Mário Caprioli, também esteve presente no anúncio. A nova empresa que será criada será chamada de Azul Trip S.A. O presidente do Conselho de Administração será Neeleman. Caprioli ocupará o cargo de coordenação de integração das duas companhias aéreas.

Empresa pretende aumentar a frota de aviões ainda este ano

Segundo Neeleman, a empresa está feliz com o anúncio da fusão, pois segundo eles todos admiram a Trip, já que a cultura entre as duas empresas são muito parecidas. Durante o comunicado Neeleman disse que a empresa operará apenas voos nacionais. O total de aeronaves será 112. Serão 62 da Azul e 50 da Trip. Ainda este ano, a nova empresa pretende aumentar a frota para 120 aeronaves. Sobre as rotas, será um total de 316, atendendo 96 municípios do Brasil em todas as regiões. Diariamente serão operados 837 voos, o que equivale a 29% do total feito em todo o país.

Segundo Ciprioli, a Azul é uma boa sócia, pois ambas as empresas possuem os mesmos ideais, com uma visão administrativa muito parecida. São essas questões de proximidade que permitiram a fusão, segundo ele. A fusão ainda espera aprovação tanto da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) quanto do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Empresas são empresas recentes no cenário aéreo brasileiro

A Azul existe desde 2008 e foi fundada pelo próprio Neeleman. Em 2010 já foi considerada a terceira maior do país, ficando atrás somente da Gol e da Tam. Atualmente ela alcança 48 cidades, tem 54 aeronaves e faz 400 voos diariamente.
Já a Trip nasceu em 1998 e é considerada a mais importante empresa de voos regionais do país. Ela possui 58 aeronaves, atende 84 cidades e faz 437 voos diários.