Publicado em: sábado, 24/03/2012

Fundador do Megaupload receberá “mesada” de quase R$ 90 mil

O fundador do site de compartilhamento de arquivos Megaupload, Kim Dotcom, irá receber uma “mesada” de quase R$ 90 mil, equivalente a US$ 60 mil dólares da Nova Zelândia, para poder se manter enquanto espera pelo sua audiência para ser possivelmente extraditado para os Estados Unidos. As informações foram divulgadas pelo site Stuff, da Nova Zelândia, país onde Dotcom está preso.

O site de Dotecom foi fechado em janeiro pela Justiça. O portal de compartilhamentos era suspeito de facilitar um sistema de pirataria de arquivos, que estavam sob a proteção dos direitos autorais. As autoridades do país calculam que as ações feitas pelo site de Dotcom tenham provocado um prejuízo de US$ 500 milhões. Dotcom, e outros executivos, foram detidos no dia em que o site foi fechado.

Pensão

A decisão, que foi publicada nesta sexta-feira (23) sobre a nova pensão de Dotcom, afirma que uma parcela do dinheiro será do investimento feito pelo fundador do site em títulos do governo. A outra parte, de acordo com o site Stuff, virá de uma conta de Dotcom. Segundo a publicação, o executivo poderá também recurar seu carro, uma Mercedes Benz 2011. A determinação afirma que ele poderá solicitar mais dinheiro caso tenha outros gastos, sendo que sua mulher está grávida.

O governo da Nova Zelândia apreendeu os bens de Dotcom depois de realizar uma operação em sua casa, no mesmo dia em que as autoridades fecharam o Meaupload. No final do mês passado, a Justiça do país determinou que a “mesada” do executivo seria de R$ 40 mil. A decisão também determinou que Mona, a mulher de Dotcom, receberia uma quantia para seus gastos diários e também para os gastos médicos.