Publicado em: segunda-feira, 16/07/2012

Funcionários públicos fazem protestos nas ruas de Madrid

Nesta segunda-feira (16), funcionários públicos realizaram um protesto espontâneo pelas ruas de Madrid, na Espanha, contra as medidas de austeridade impostas pelo conservador governo do país. Dentre os profissionais da manifestação estavam policiais, bombeiros e enfermeiros.

Os participantes dos protestos gritavam pelas ruas “mãos ao alto, isto é um assalto”, fazendo referência a um dos emblemáticos lemas dos protestos que acontecem no país. As manifestações na Espanha são contra as medidas do governo e os sacrifícios impostos. Como aconteceu no domingo (15), as pessoas organizaram os manifestos através das redes sociais, como o Twitter, onde usaram a hashtag #graciasfuncionarios.

Declarações

Um dos manifestantes, afirmou que isso é intolerável, pois os problemas governamentais não foram causados pelos funcionários públicos. O manifestante afirma que isso é injusto porque eles não têm culpa. Outra funcionária que participava da manifestação declarou que as medidas impostas pelo governo irão acabar com a Europa, porque a população não está mais consumindo.

Ontem à noite, milhares de pessoas participaram dos protestos, onde caminharam até o centro da cidade espanhola. Os manifestantes reclamavam da redução salarial e também do aumento do IVA e diminuição das prestações dos novos participantes do seguro-desemprego. A medida de austeridade foi anunciada pelo presidente, Mariano Rajoy, na última quarta-feira.