Publicado em: quinta-feira, 13/10/2011

Funcionários dos correios voltam hoje ao trabalho

Após 28 dias de paralisação e mais de 180 milhões de entregas atrasadas, os funcionários dos Correios retornam nesta quina-feira, dia 13 de outubro, ao trabalho. Eles aceitaram a decisão judicial e as entregas serão normalizadas em dez dias, pois os trabalhadores irão compensar feriados e finais de semana para entregarem tudo.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que os Correios aumentem o salário real de seus funcionários de R$ 80,00 e a reposição da inflação de 6,87%, isso deve acontecer esse mês. Segundo o presidente do Sindicado dos Trabalhadores nas Empresas dos Correios de São Paulo, Diviza, eles aceitaram a decisão judicial com o “sentimento de missão cumprida”.

A justiça também determinou que os funcionários compensem os dias que faltaram, 21 de paralisação, com os sábados e domingo. Os demais dias devem ser descontados de seus orçamentos. Segundo o relator do julgamento, o ministro Maurício Godinho, a greve respeita os direitos dos trabalhadores e não prejudica a Empresa de Correios e Telégrafos (ETC).

A princípio, Godinho defendeu que as faltas não fossem descontadas dos salários, mas sim compensas em plantão. Porém, o ministro João Oreste Dalazen, presidente do TST, disse que a empresa, seja ela qual for, não tem nenhuma obrigação de pagar pelos dias que o trabalhador não compareceu ao serviço. E a grave sugere uma quebra contratual entre funcionário e empresa.