Publicado em: sábado, 11/08/2012

Funcionário responsável pela manutenção de tabela será indiciado pela morte de jogador

Funcionário responsável pela manutenção de tabela será indiciado pela morte de jogadorO jogador de basquete David Henrique Conrado Meira, que tinha 19 anos de idade, morreu no último dia 22 de julho após a tabela de basquete da quadra em que ele treinava, em Brasília, cair sobre ele. As investigações sobre o acidente foram concluídas nessa sexta-feira, dia 10 de agosto, e agora a polícia irá indiciar o funcionário que era o responsável por fazer a manutenção no equipamento.

Luiz Henrique da Silva, que tem 43 anos de idade, responderá pelo processo de homicídio culposo, que é aquele em que não há a intenção de matar.

De acordo com o laudo feito pelo primeiro departamento de polícia da Asa Sul de Brasília, a causa do acidente foi o desprendimento dos mancais do rolamento. Ele teria sido provocado pela manutenção feita de maneira inadequada na tabela de basquete.

O documento ainda diz que os parafusos que fazem a fixação do mancal direito no cavalete traseiro, que é ficado na extremidade da lança, não estavam apertados adequadamente. Por conta disso, o mancal teria se desprendido já que podia ser verificada a folga em seu parafuso.

O laudo ainda aponta a possibilidade da ausência de um outro parafuso, já que ele não foi localizado quando a quadra foi analisada.

O acidente aconteceu no dia 12 de julho, quando David tentou fazer uma enterrada em um dos lances do treino. No entanto, a tabela com a certa caiu sobre o pescoço do atleta e do seu ombro. Ele recebeu atendimento médico ainda em quadra, que fica no Ginásio da ASCEB, e levado em seguida para o hospital. Ele foi internado em estado grave na UTI, mas não resistiu e morreu.

David fazia parte do time sub-22 de Brasília. Eles treinavam para a segunda edição da Liga de Desenvolvimento Olímpico.