Publicado em: quarta-feira, 21/09/2011

Funcionário da Microsoft pede demissão depois de publicar informações sobre WP7 no Twitter

Funcionário da empresa Microsoft, desenvolvedora do sistema operacional Windows, Joe Marini pediu demissão depois de divulgar na sua conta pessoal da rede de microblog Twitter detalhes sobre um smartphone da Nokia equipado com o sistema operacional Windows Phone 7. O aparelho ainda era inédito e Marini decidiu deixar seu cargo por conta própria depois que descobriu que poderia ser processado por impróprio de mídia social e revelação de informação confidencial.

Enquanto os comentários ainda estavam disponíveis na sua página do Twitter, Marini descreveu o celular ao afirmar que “acabei de ter a chance de experimentar um dos mais elegantes celulares Nokia que já vi. Logo, você também poderá! #wp7. Aparência sólida, boa câmera, interface ágil, e belos toques de construção. A câmera era boa, mas eu não tinha iluminação ótima. Também gostaria de uma tela maior”. Os detalhes sobre o funcionamento do celular foram publicados depois de seguidores fazerem perguntas ao ex-funcionário da Microsoft.

Quando procurada para falar sobre o episódio, a Microsoft confirmou que Marini não faz mais parte do seu quadro de funcionários, mas não deu detalhes a respeito do motivo para ter deixado a empresa. No evento Build que aconteceu na semana passada, Marini foi um dos palestrantes representando a Microsoft.

A política de responsabilidade da Microsoft orienta aos funcionários que “não publique nenhuma informação, código, invenção ou outro material que possa ser confidencial para a Microsoft ou para clientes, parceiros e fornecedores”. Com isso, a empresa teria os argumentos cabíveis para processar Marini, que foi contratado em 2003.