Publicado em: quinta-feira, 23/08/2012

Frango fica mais caro em função da alta no preço do milho

Frango fica mais caro em função da alta no preço do milho Embora a safra de milho no país tenha sido recorde como muitas pesquisas e estimativas mostrara, os avicultores que necessitam do produto para a alimentação dos frangos estão tendo gastos em excesso em função do alto preço da commodity. Mesmo com as cooperativas lotadas os preços estão muito acima do esperado. O milho é o principal alimento usado na alimentação das aves e com o aumento do preço do produto, o custo da produção das aves já subiu 25%. Com isso a carne possivelmente terá aumento para os consumidores. Em função desse problema a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) passou a estimular a oferta nas regiões em que a avicultura está sofrendo mais com os gastos e, principalmente, com o esgotamento da produção. No entanto, mesmo com as medidas da Conab, as demandas do setor não estão sendo atendidas conforme a real necessidade. O setor avícola utiliza, mensalmente, 3 milhões de toneladas de milho para a alimentação das aves. Hoje o estoque que a Conab possui não passa de 1,2 milhão e os produtores correm o risco de ficar sem o abastecimento do produto nos aviários.

Preço alto no mercado internacional agrava o problema interno

Grande parte deste problema é gerada pela alta do preço internacional em função de uma grave seca que ocorreu nos Estados Unidos, um dos grandes produtores mundiais do grão. Com a falta de milho no mercado internacional o preço ficou elevado e agora os produtores de aves, que necessitam do produto, estão tendo prejuízos com os altos preços. Segundo a Conab um dos problemas são os rios secos que não permitem o escoamento dos EUA para outros países, dessa forma o Brasil se torna o principal exportador. Estima-se que quando essa situação normalizar, os preços voltam a cair.