Publicado em: terça-feira, 03/09/2013

França divulga vídeos que provam o uso de armas químicas na Síria

França divulga vídeos que provam o uso de armas químicas na SíriaUm relatório que apresenta como provas vídeos e imagens que provam o uso de armas químicas nos ataques contra civis na Síria tiveram sua divulgação nesta segunda-feira no site do ministério da Defesa Francesa, esse relatório também foi apresentado ao Parlamento francês, nos vídeos fica evidente que o regime do atual presidente Bashar Al Assad fez o uso de agentes químicos nos ataques que mataram mais de mil pessoas na Síria, a região mais atingida foi a de Damasco, os ataques ocorreram no dia 21 do mês de agosto.

Com a divulgação desses dados contidos nesses relatórios o governo da França tenta criar uma base de sustentação para o apoio que estão dando aos Estados Unidos, que declararam que haverá um ataque na Síria, para dar uma lição ao regime de Bashar Al Assad.

No relatório existem seis vídeos com duração que varia, porém todos são curtos, neles contém imagens de atendimentos médicos que foram realizados às vítimas desses ataques, a maioria desses atendimentos foram dedicados à crianças, no momento da gravação dos vídeos, as imagens são difíceis de serem vistas, já que muitas dessas crianças agonizam em frente às câmeras, esses vídeos foram feitos na manhã do dia 21 de agosto, dia em que os ataques ocorreram, e foram feitos em Ghouta por cinegrafistas amadores.

Todas as imagens divulgadas nesse relatório foram selecionadas dentre muitos outros matérias e evidências que passaram pela análise do Ministério da Defesa do país, foram feitas análises em pelo menos 47 vídeos e através delas se pode chegar a conclusão que pelo menos um número de 481 civis perderam suas vidas no leste de Damasco, província mais atingida pelos ataques.

Através das imagens é possível perceber que as pessoas atingidas pelos ataques não tinham nenhum ferimento contundente pelo corpo e nem apresentavam lesões, o que de acordo com o governo francês, comprova que houve o uso de armas químicas nesses ataques realizados no país.