Publicado em: sexta-feira, 30/03/2012

França: 19 pessoas são presas por suspeita de atividade islâmica radical

Na manhã desta sexta-feira (30), a polícia da França prendeu 19 pessoas suspeitas de realizarem atividade islâmica radical. Além dos suspeitos, também foram apreendidas armas em uma operação de busca feita pelos policiais franceses. A ação foi realizada em diversas cidades do país, inclusive em Toulouse, cidade em que três soldados e quatro judeus foram assassinados nas últimas semanas.

Em meio a um período de campanha eleitoral, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, que busca sua reeleição, afirmou que mais operações do gênero irão acontecer em breve. O presidente francês disse, em entrevista a rádio Europe 1, que as operações da polícia irão servir para “expulsar diversas pessoas que não têm relação com o país”.

As operações da polícia francesa são realizadas pouco mais de uma semana após a morte do atirador Mohamed Merah durante uma troca de tiros com os oficiais. O atirador, que se inspirou na Al Qaeda para cometer seus crimes, matou um rabino e três crianças em uma escola judaica em Toulouse, e mais três soldados em um ataque na mesma região.

Pesquisa eleitoral

De acordo com as pesquisas eleitorais, 70% da população francesa aprova a maneira como o atual presidente está lidando com a crise interna do país. Isso fez com que o rival, François Hollande, do Partido Socialista, ficasse apenas observando a atuação de Sarkozy até a realização das eleições, que acontecem no dia 22 de abril e 6 de maio.