Publicado em: terça-feira, 02/08/2011

Foxconn anuncia que vai substituir funcionários por robôs em unidades da China

Empresa responsável pela fabricação de produtos da Apple e da Nokia, a Foxconn anunciou que vai substituir funcionários por 1 milhão de robôs dentro do período de três anos. De acordo com a empresa, as únicas unidades que vão passar por essa reestruturação do quadro de funcionários são as da China continental. A Foxconn defende que muitas tarefas repetitivas podem ser feitas por robôs, o que diminuiria as despesas da empresa e aumentaria a produtividade do serviço.

De acordo com uma fonte que divulgou informações ao jornal britânico Daily, “Há muitas atividades simples e repetitivas na linha de produção que podem ser realizadas por robôs. Esse tipo de trabalho manual era realizado por funcionários, mas os robôs o executam de forma mais eficiente e controlada.” Além disso, um ex-gerente da empresa também teria afirmado que a intenção não é fazer uma substituição total dos funcionários, pois “você não pode produzir um celular somente com robôs.”

A polêmica em torno da Foxconn começou há um ano, quando foram noticiados suicídios em série de trabalhadores que realizavam longas jornadas de trabalho e recebiam salários baixos, além de existir falta de segurança na linha de montagem dos produtos. Os trabalhadores teriam saltado dos prédios da empresa.

Em abril desse ano foi quando começaram as especulações de que a Foxconn implantaria uma unidade no Brasil para produzir os produtos da Apple. A empresa teria afirmado à presidente Dilma Housseff que faria um investimento de U$12 bilhões no país. Porém, questões em torno da contratação de funcionários gerou problemas na concretização do acordo.