Publicado em: quinta-feira, 05/04/2012

Fotos de jovens seminuas em propagandas são proibidas na Inglaterra

Nesta quarta-feira (5), a agência responsável por fiscalizar a publicidade da Inglaterra proibiu uma campanha publicitária de determinada marca de roupas. A proibição foi feita porque mostrava jovens mulheres seminuas, e isto foi considerado pelo órgão como “pornográfico e explorador feminino”. Segundo publicação do jornal britânico “The Guardian”, a American Apparel realizou vários anúncios para seu site e um para a revista “Crack”.

As imagens mostram as jovens tirando a roupa e também fazendo topless. A matéria afirma que a Autoridade de Padrões de Publicidade (ASA, sigla em inglês), recebeu diversas reclamações dizendo que as fotografias que estampam a campanha são “ofensivas, pornográfica, explorador de mulheres e mostrando sexualidade inapropriada de mulheres jovens”.

“Nudez gratuita”

A instituição afirma que as imagens fazem uma “nudez gratuita”, porque não apresentam as jovens usando lingerie. Além disso, de acordo com a agência, as peças íntimas são “os pontos focais das imagens em comparação a outros produtos”. De acordo com os especialistas, as imagens amadoras fazem com que as jovens sejam exploradas e tenham uma “exibição sexual” não apropriada.

A agência afirma que a campanha não está preparando para “o senso de responsabilidade dos consumidores e a sociedade”. Em 2009, a marca de roupas já tinha feito uma campanha semelhante, e agora não aceitou as acusações. A marca disse que as imagens foram feitas com pessoas comuns e sem retoques, e que a maioria das jovens não eram modelos.