Publicado em: sábado, 21/06/2014

Foto de “Criminoso galã” faz sucesso entre as mulheres em uma página do Facebook

Foto de “Criminoso galã” faz sucesso entre as mulheres em uma página do Facebook Um fato curioso chamou a atenção de policiais no norte da Califórnia (EUA). Uma foto da ficha polícia de um homem que foi preso por porte de armas ‘bombou’ nas redes sociais e recebeu mais e 50 mil curtidas, e também 15 mil comentários sobre sua bela aparência, principalmente sobre seus olhos azuis. O homem famoso na internet é Jeremy Meeks, de 30 anos, que foi detido na última quarta-feira (18) na cidade de Stockton, portando cinco armas e é acusando de fazer parte de uma gangue.

As informações foram fornecidas pelo policias Joseph Silva, porta-voz do Departamento de Polícia de Stockton, à agência Associated Press. O caso surpreendeu porque antes dele, nunca outro preso tinha ganhado tanta popularidade quanto ele depois que o departamento lançou sua página no Facebook, em março de 2012, com a finalidade de colocar fotos de homens e mulheres que cometeram crimes e infrações para que as pessoas possam ver e até mesmo reconhecer. Silva afirma que nunca viu tantas curtidas em uma foto de ficha policial, tornando o episódio inédito.

‘Galã, mas perigoso’

Nessa sexta-feira (20) logo na parte da manhã, a foto de Meek já havia marcado um total de 55 mil curtidas e 15 mil comentários de internautas, e também foi compartilhada por 5.500 vezes. Nos comentários os internautas elogiavam – na maioria mulheres – dizendo: “Uau, isso que é uma ficha polícial”, e “mãe estou apaixonada por um criminoso”, brincou.

Outras disseram que Meeks aparentava ter saído de uma propaganda da marca Abercrombie & Fitch ou que fazia parte de algum conjunto de modelos como “America’s Next Top Model”, um reality show que é exibido nos EUA. Mas há também quem condenou toda a movimentação em torno da foto do criminoso, afirmando que independente da beleza, ele é ‘fichado’. O apelidado “criminoso galã” é classificado como um dos mais violentos de toda a região e terá que pagar uma fiança de US$ 900 mil se quiser ser solto.