Publicado em: sábado, 14/07/2012

Fortes chuvas deixam cerca de 230 mil pessoas desabrigadas no Japão

Fortes chuvas deixam cerca de 230 mil pessoas desabrigadas no JapãoAs fortes chuvas que tem atingido o Japão nos últimos dias fizeram com que pelo menos 230 mil pessoas ficassem desabrigadas em quatro províncias da região sul do país. A evacuação desses locais foi feita pelas autoridades do país com o objetivo de evitar mais tragédias no país. Desde que as chuvas torrenciais começaram a atingir o Japão, pelo menos 20 pessoas morreram e outras oito estão desaparecidas. As informações são da agência Kyodo.

As tempestades continuam atingindo as províncias de Fukuoka, Oita, Saga e Kumamoto e vários rios dessas regiões já registram transbordamentos, o que fez com que o governo promovesse a ordem de retirada da população desses locais.

De acordo com a Agência Meteorológica do Japão, a intensidade das chuvas que tem atingido o paós nos últimos dias já alcançou níveis nunca antes vistos na ilha de Kyushu. Já Fukuoka, de onde foi ordenada a evacuação de cerca de 180 mil pessoas de suas casas, teve registros de 110 milímetros de cuva em apenas uma hora da manhã deste sábado, 14 de julho. Somente hoje, já foi registrado o soterramento de três pessoas. Apenas duas conseguiram ser resgatadas.

As autoridades locais ainda procuram por outras sete pessoas que estão desaparecidas na região das províncias de Oita e Kunamoto. Kunamoto é, inclusive, a cidade onde as fortes chuvas mais fez vítimas. Pelo menos 18 pessoas morreram após deslizamentos de terra e desmoronamentos de casas na cidade.

Por conta das fortes chuvas, a agência meteorológica do Japão continua com o alerta máximo nas províncias de Fukuoka, Oita, Saga, Kumamoto, Nagasaki, Hiroshima e Yamaguchi, localizadas no sul do Japão. Já em mais de 30 províncias do sul, centro e norte do país é mantido o alerta amarelo.