Publicado em: segunda-feira, 17/03/2014

Fórmula 1: Rosberg vence primeira prova da temporada 2014, no GP da Austrália

Fórmula 1Apesar da pole position de Lewis Hamilton, seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg fez grande corrida e venceu o Grande Prêmio da Austrália no último domingo (16), no Circuito de Albert Park, em Melbourne, na primeira prova da temporada 2014 da Fórmula 1. Após boa largada, o piloto alemão tomou a ponta do inglês, que abandonou já na quarta volta.

Outro a subir no pódio foi o piloto da casa, Daniel Ricciardo, que já havia largado na primeira fila com a Red Bull Racing. Esta havia sido a primeira vez que um australiano assegurava um pódio, em casa, e por isso, houve muita festa no autódromo. Entretanto, depois de algumas horas, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), encontrou uma irregularidade no sistema de combustível do carro do jovem piloto, que acabou desclassificado.

Com a desclassificação de Ricciardo, o novato dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, acabou herdando a segunda posição, após chegar 26s777 atrás de Rosberg. Assim, seu companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, que não subira no pódio, ficou com a pontuação do terceiro lugar. O quarto colocado foi o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.

Felipe Massa não teve sorte em sua estreia pela Williams neste domingo

Depois de largar na nona posição, o brasileiro Felipe Massa terminou a sua estreia pela equipe Williams logo na primeira curva, pois foi acertado pelo japonês Kamui Kobayashi, da Caterham, que também teve de abandonar a prova. Por outro lado, o outro piloto da escuderia britânica, o finlandês Valtteri Bottas, fez uma corrida de recuperação após largada na 15ª colocação, por causa de uma punição pela troca de câmbio no treino de classificação, e terminou na quinta posição (após a desclassificação de Ricciardo).

Atrás de Bottas, o sexto colocado foi o alemão Nico Hulkenberg, da Force India. Na sétima posição terminou o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, à frente dos dois carros da Toro Rosso, do francês Jean-Eric Vergne, oitavo colocado, e do russo Daniil Kvyat, nono colocado. Para fechar a zona de pontuação, o mexicano Sérgio Pérez, da Force India, chegou em décimo lugar.