Publicado em: terça-feira, 03/07/2012

Fórmula-1 – Piloto espanhola sofre grave acidente

A piloto espanhola Maria de Villota, da equipe Marussia, sofreu um grave acidente na manhã desta terça-feira (03), em Londres. De acordo com as primeiras informações, a piloto de testes da equipe de Fórmula-1 realizava um treinamento na pista do aeroporto de Duxford, quando acabou atingindo seu carro contra um caminhão da própria equipe, que estava estacionado.

Os médicos que socorreram Maria informaram que a piloto apresentava cortes na cabeça e no rosto, e apesar de ter ficado imóvel durante os primeiros minutos após a colisão, seu estado de saúde é estável, depois de ser transferida para um unidade médica em Addenbrooks, onde permanecerá internada nos próximos dias.

A Marussia confirmou o acidente grave de sua piloto de testes, e prometeu divulgar um boletim médico com mais detalhes sobre o atual estado de Maria de Villota. Um jornalista que acompanhava o teste de aerodinâmica da equipe russa relatou que a piloto acelerou repentinamente e não teve tempo suficiente para desviar do caminhão que estava parado.

De acordo com especialistas, a hipótese mais provável é que Maria de Villota tenha se confundido com o sistema do ECU (unidade de controle de motor) e ao invés de diminuir os giros do motor ao fazer uma curva de baixa velocidade ou tentar parar o carro, tenha aumentado a potência. Ainda segundo os técnicos da Fórmula-1, este é um erro bastante comum para pilotos inexperientes, caso da espanhola.

Maria de Villota assumiu o posto de pilotos de testes da Marussia nesta temporada, sendo reserva dos pilotos Timo Glock e Charles Pic. Aos 32 anos e filha de um ex-corredor de automobilismo, Maria havia afirmado recentemente que tinha a expectativa de ganhar uma chance na equipe russa e dirigir o monoposto durante pelo menos uma etapa do Mundial.