Publicado em: sexta-feira, 11/04/2014

Fórmula 1: GP do Brasil está garantido no calendário até 2020

Fórmula 1Nesta sexta-feira (11), o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou a renovação do contrato que garante a disputa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 até o ano de 2020, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos. O acordo terminava anteriormente até o fim deste ano. A primeira vez que o GP foi realizado foi em 1972.

Para acertar a renovação do acordo, a Prefeitura de São Paulo prometeu reformar o Autódromo de Interlagos, com cerca de R$ 160 milhões. O chefe da Fórmula 1, Bernnie Ecclestone, havia pressionado para que houvesse melhorias na pista. O recapeamento será feito a partir do mês de junho.

Depois disso, o segundo processo das obras será feito em 2015, com a ampliação do setor de garagens e a mudança no paddock, que será modernizado. Também será priorizado a resolução dos problemas de áreas exclusivas para as escuderias e o espaço pequeno nos boxes.

A inauguração do Autódromo de Interlagos foi feita em 1940 e a primeira vez em que os carros de Fórmula 1 andaram na pista foi em 1972. No ano seguinte, o circuito entrou oficialmente para o calendário da categoria. Em 2013, o local recebeu 130 mil pessoas no fim de semana do GP, 66 mil delas apenas no dia da corrida, vencida pelo alemão Sebastian Vettel, da Red Bull.

GP do Brasil será a penúltima etapa da temporada 2014 da Fórmula 1

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 será disputado no dia 9 de novembro, a partir das 14 horas, na penúltima etapa deste ano. Esta será a 33ª vez que o Autódromo de Interlagos recebe a prova. O comprimento do circuito é de 4.309 quilômetros e o recorde da pista pertence ao colombiano Juan Pablo Montoya, que fez a volta em 1m11s473, com a Williams, em 2004.