Publicado em: segunda-feira, 25/06/2012

Fórmula-1 – Ferrari sai em defesa de Felipe Massa

A direção da Ferrari tratou de defender o piloto brasileiro Felipe Massa das críticas sobre mais uma performance abaixo do esperado, desta ocorrida no GP da Europa, em Valência, na Espanha, no último domingo (24). Mais uma vez Massa terminou a corrida fora da zona de pontuação.

No circuito espanhol, Felipe Massa ficou em 16º, enquanto que seu companheiro de equipe, Fernando Alonso, mais uma vez foi o destaque da prova, tendo largado em 11º e terminado a corrida como vencedor, além de ter assumido a liderança do Mundial de Pilotos. O chefe da escuderia italiana, Luca di Montezemolo, saiu em defesa do brasileiro, e evitou críticas mais pesadas a Massa.

O membro da direção ferrarista afirmou que Felipe Massa não teve sorte durante o fim de semana, e ainda disse que o brasileiro tinha grandes chances de fazer uma boa prova, mas acabou tendo azar e foi bastante prejudicado pelo acidente em que se envolveu, com o japonês Kazui Kobayashi. De fato, o brasileiro ensaiou fazer uma boa corrida, mas viu seus planos serem arruinados depois que o japonês acertou sua traseira e obrigou a parar nos boxes para trocar de pneus.

Por conta do acidente, Kobayashi foi punido, enquanto que Massa não teve qualquer chance de se recuperar na corrida. Montezemolo, no entanto, afirmou que se não fosse este problema, Massa possivelmente iria obter ‘um grande resultado’ na Espanha.

Esta foi a quinta corrida da temporada em que Felipe Massa terminou sem pontuar. O brasileiro se vê cada vez mais pressionado na equipe italiana, já que Alonse lidera o Mundial, enquanto que o brasileiro é apenas o 16º colocado, com onze pontos. Luca di Montezemolo afirmou, porém, que ainda não é o momento de se discutir a permanência de Massa, e que o futuro da escuderia deverá começar a ser planejado somente no próximo semestre.