Publicado em: segunda-feira, 26/01/2015

Forma de ver a comida ajuda a emagrecer

Uma pesquisa realizada por uma equipe de nutricionistas vem tentando identificar qual é a forma que as pessoas encaram os alimentos, se é com uma cabeça mais de gordinho ou mais magra. Pesquisas já indicaram que a forma como as pessoas pensam na comida é fundamental para conseguir garantir uma vida mais saudável. Uma universidade americana, que coordena a pesquisa, já provou que os magros pensam mais sobre a comida e avaliam suas opções antes de se servir. Enquanto quem pensa mais como gordinho, acaba pegando tudo o que vê pela frente e lhe parece apetitoso.

Hoje, a obesidade pode ser dividida em pacientes em três categorias: pessoas que apresentam fator genético para a doença, as pessoas que cometem exageros na hora de se alimentar e aqueles que se alimentam de maneira compulsiva. Alguns comportamentos são comuns aos três tipos de pacientes, dificultando o processo de perda de peso e facilitando o aumento das medidas. Quando se fala em emagrecimento, um dos problemas é que a maioria das pessoas que está acima do peso não consegue pensar a longo prazo.Forma de ver a comida ajuda a emagrecer

Os gordinhos querem garantir resultados imediatos e perder peso já nos primeiros dias de dieta e atividades físicas. Existe ainda outros problemas, quando as pessoas não conseguem controlar a alimentação, se alimentando de forma compulsiva. Muita gente tem o hábito de comer com as mãos, como em uma festa de aniversário, e não percebe que aquelas beliscadinhas ou pegar só um pedacinho acabam se tornando um consumo excessivo de comida. Este hábito apenas engana o próprio paciente, que se ilude ter comido pouco, porque não arrumou um prato cheio de comida, mas comeu diversas vezes em pequenas quantidades.

Todo mundo sabe que comer é um hábito bastante prazeroso, que proporciona ainda sentimentos de gratificação. Isso porque os alimentos estimulam no cérebro os circuitos de recompensa e também motivação. Isso é o que faz algumas pessoas a se enganarem, que após um dia de atividades físicas, pode se dar o direito, o merecimento de abusar um pouco na alimentação. É preciso ficar atento a alguns sinais, para ver se a comida não se transformou em vício, como comer mais, sem controle e por mais tempo, desenvolver uma relação de sofrimento com a comida ou se sentir culpado após a refeição.