Publicado em: segunda-feira, 12/09/2011

FMI teme falta de recursos se a crise piorar

Mais uma preocupação sobre o futuro da nova crise mundial está rondando os técnicos do Fundo Monetário Internacional (FMI). Agora, eles temem que se o cenário econômico global sofrer uma piora nos próximos meses podem acontecer a falta de recursos para fazer a ajuda aos países afetados.

Na ultima sexta-feira (9), o FMI informou que a quantia disponível para empréstimo seria de cerca de 390 bilhões de dólares. Caso os auxílios ultrapassem a quantia, o balanço financeiro do fundo estará comprometido.

No relatório, os técnicos avaliam uma nova piora do cenário, aonde o FMI poderia ter que emprestar aos países aproximadamente 840 bilhões de dólares. Em relação a ultima estimativa, realizada em julho, o aumento é de 30%. Na época, avaliava-se que a pior situação enfrentada pela crise seria o empréstimo de R$ 640 bilhões.

Os novos números refletem que o FMI está ainda mais preocupado com a possiblidade da crise economia, principalmente pela crescente dificuldade da Zona do Euro em conter a crise nos países. Para as próximas avaliação, o FMI indica “o notável aumento dos riscos para a estabilidade financeira”.