Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

Flamengo quer receber indenização de R$ 40 milhões de Ronaldinho

O Flamengo não perdeu tempo para contra-atacar a cobrança de R$ 40 milhões que o jogador Ronaldinho Gaúcho está fazendo ao clube. O departamento jurídico do rubro-negro agiu e a diretoria da equipe confirmou que entrou com uma ação na 9ª Vara do Trabalho, pedindo a Ronaldinho uma indenização no mesmo valor.

Essa quantia seria para compensar a decepção sofrida pelo Flamengo por conta do fracasso que foi a presença de Ronaldinho na equipe. Para quem não sabe, Ronaldinho Gaúcho agora está defendendo a camisa do Atlético de Minas Gerais.

De acordo com o vice-presidente jurídico do clube, Rafael de Piro, contou que foram pedidos R$ 35 milhões pelos danos morais que Ronaldinho Gaúcho teria causado ao Flamengo. Os outros R$ 5 milhões seriam para compensar o fato de a diretoria da equipe não conseguir patrocínios já que a imagem do jogador estava associada a festas.

Em entrevista, Rafael de Piro disse que o clube está confiante na vitória na justiça e que se o Flamengo não tivesse chances de ganhar, ele não teria entrado com o pedido na justiça. Ele contou que o clube tem inúmeras provas para pedir a indenização de R$ 40 milhões ao craque.

Para dar embasamento ao pedido, o Flamengo teria apresentado à Justiça imagens em que o ex-jogador do clube aparece em noitadas no Rio de Janeiro. Além disso, o time carioca ainda afirmou que o contrato com Ronaldinho, fechado em janeiro de 2012, só foi fechado porque ele teria ameaçado não participar das partidas da Copa Libertadores da América.

Quando o assunto começou a ser discutido, o Flamengo teria ameaçado usar diversas provas contra Ronaldinho Gaúcho, como as imagens de vídeo que comprovavam a presença de uma mulher na concentração da equipe na cidade de Londrina, no Paraná, um exame de sangue que comprovaria que o atleta teria ido treinar sob o efeito de álcool, entre outras evidências que comprovariam que Ronaldinho prejudicou a imagem do clube.