Publicado em: sexta-feira, 14/02/2014

Flamengo perde em estreia na Libertadores

Libertadores 2014Por ser um torneio marcado pela raça, muitas vezes alguns atletas acreditam que a violência é mais tolerada na Libertadores. Foi exatamente o que aconteceu na noite desta quarta-feira, 12, de fevereiro. O Flamengo foi a Huánuco, no Peru, para enfrentar o León, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. E, com apenas, doze minutos de jogo, o rubro-negro sofreu uma baixa importante.

Em um lance simples no meio de campo, o volante Amaral, que estreava na Libertadores, deixou o pé em uma dividida de bola e acertou Montes, do León, em cheio. O árbitro deu cartão vermelho direto (e merecido) para o volante do rubro-negro, obrigando o Flamengo a ficar quase toda a partida com um jogador a menos. Apesar da clara superioridade técnica, o Flamengo não teve como resistir à pressão do León, que se aproveitou muito bem da vantagem numérica em campo.

A partida

Os primeiros minutos de jogo apresentaram muita movimentação e equilíbrio. O time da casa criou duas ótimas chances de gol, enquanto o Flamengo conseguiu acertar o travessão, com chute de Hernane.

Contudo, após a expulsão de Amaral, a situação mudou completamente. A equipe da casa controlou a partida, chegando a ter 70% da posse de bola, enquanto o Flamengo mal conseguia passar da intermediária. Após tanta pressão, surgiu um erro rubro-negro: aos 30 minutos de jogo, Hernane se atrapalhou na área com Boselli, e o árbitro assinalou pênalti. O próprio Boselli cobrou e mandou para as redes.

Após o gol adversário, o Flamengo decidiu partir para o ataque, investindo principalmente nas bolas aéreas. Em uma delas, Cáceres acertou uma boa cabeçada e deixou tudo igual no marcador.

Segundo tempo

A expulsão de Amaral parece não ter servido como lição para o Flamengo. Logo no começo da segunda etapa, André Santos pisou em Arizala, mas recebeu apenas o cartão amarelo.

O León teve a chance de ampliar o marcador com mais um pênalti, desta vez cometido por André Santos. Mas, ao invés de bater de maneira séria, como fez no primeiro lance, Boselli tentou uma cavadinha que foi facilmente defendida por Felipe.

O Flamengo quase conseguiu a virada em mais de uma oportunidade, principalmente com Elano. Cáceres, após cobrança de falta de Elano, acertou mais uma vez o travessão adversário. Mas, aos 22 minutos, Arizala recolocou o León à frente, após cobrança de escanteio e confusão na área.

Após o segundo gol do León, o Flamengo ainda se esforçou na busca pelo empate, enquanto os mandantes investiam nos contra-ataques. O jogo seguiu aberto, com mais duas bolas na trave, ambas em lances de Boselli. Mas, apesar da movimentação, o placar não se alterou.

Próxima rodada

Na segunda rodada da fase de grupos, o Flamengo terá a chance de jogar em casa para se reabilitar na competição. A partida, que será contra o Emelec, do Equador, acontece no dia 26 de fevereiro. O segundo jogo do grupo, que definirá preliminarmente as posições na tabela, acontece na próxima sexta-feira.