Publicado em: quinta-feira, 20/03/2014

Flamengo perde e se complica na Libertadores

Libertadores 2014Na noite desta quarta-feira, 19 de março, o Flamengo foi a La Paz enfrentar o Bolívar. Como é de costume, as equipes brasileiras costumam fazer uma preparação intensa para jogos na altitude. Por isso, o rubro-negro teve uma preocupação especial em viajar apenas pouco tempo antes da partida, além de utilizar cilindros de oxigênio durante a partida. Contudo, o maior problema para o rubro-negro, nesta noite, não foi a altitude, mas a água. O gramado molhado fez com que o zagueiro Samir escorregasse, cometendo pênalti em Ferreira. Daí saiu o único gol do jogo.

A partida

O escorregão de Samir aconteceu com apenas quatro minutos de jogo. Em um lance aparentemente tranquilo, no campo defensivo, o zagueiro escorregou na área e, quando recuperou o equilíbrio, viu Ferreira de cara para o gol. Então, cometeu o pênalti que, cobrado por Arce, colocou os donos da casa em vantagem.

Samir ainda acabaria escorregando em outras duas ocasiões, o que gerou broncas do experiente Léo Moura. Mas não era possível culpar o zagueiro pelo placar: o Bolívar era muito superior em campo, criando diversas outras chances de gol, especialmente com Capdevilla. O Flamengo buscou alguns chutes de longa distância, que se tornam ainda mais perigosos na altitude, mas sem sucesso.

Segundo tempo

A apatia do Flamengo em campo era visível. Por isso, o técnico Jayme de Almeida promoveu mudanças no intervalo, com Gabriel dando lugar a Paulinho. Embora não tenha feito qualquer alteração tática, a troca deu certo: o Flamengo se tornou muito mais perigoso no ataque. Paulinho era quem mais criava no setor, mas o goleiro Quiñonez também estava em noite inspirada.

Curiosamente, os minutos finais de jogo foram eletrizantes. Nem mesmo a altitude se revelou um problema: nenhum atleta do Flamengo foi em busca dos cilindros de oxigênio. O Bolívar não diminuía seu ritmo, enquanto o Flamengo buscava o ponto que poderia deixá-lo em melhor situação no grupo. Mas, após o apito final, o placar foi mantido.

Situação

Esta foi a primeira vitória do Bolívar na competição. Agora, a equipe boliviana ocupa o terceiro lugar na tabela, distante apenas dois pontos do León, líder do Grupo 7. Na segunda posição está o Emelec, com seis pontos. O Flamengo, com apenas quatro, é o lanterna do grupo.

A situação do Flamengo é ainda mais complicada porque o rubro-negro fará apenas mais um jogo em casa, na última rodada da fase de grupos, contra o León. Antes, o rubro-negro terá de lidar com o Emelec, no Equador. Uma derrota para os equatorianos, no próximo dia 2 de abril, já pode eliminar o Flamengo da competição. Isso aconteceria se, na outra partida, entre León e Bolívar, não houvesse um empate. Apesar da situação complicada, o Flamengo ainda depende apenas das próprias pernas para se classificar.

Dentre as equipes brasileiras que já atuaram na quarta rodada da competição, todas lideram seus grupos, com exceção do Flamengo – Botafogo, Atlético-MG e Grêmio. Atlético-PR e Cruzeiro ainda entram em campo nesta quinta-feira, 20 de março.